Blog

Entenda melhor o uso do plástico na indústria

Entenda melhor o uso do plástico na indústria

Graças a características como durabilidade, versatilidade, resistência e adaptabilidade, o plástico tornou-se um dos materiais mais utilizados do mundo — tanto na fabricação de produtos diversos quanto em embalagens. No setor industrial o cenário não foi diferente, sendo tão expressivo que podemos falar muito a respeito do uso do plástico na indústria.

E é exatamente este o assunto que nós tratamos neste texto. Afinal, mesmo que muitos tipos de plástico sejam recicláveis, a verdade é que a esmagadora maioria do plástico utilizado no Brasil não é destinado corretamente para o processo de reciclagem, sendo, no final das contas, descartado como lixo comum.

Este fato reforça a importância de iniciar conversas e discussões a respeito do uso do plástico na indústria. Como o material não é tão reciclado quanto deveria — e como ele causa impactos no meio ambiente —, é fundamental que saibamos quanto pode ser substituído e quais são os materiais que podem ser usados no lugar dele.

Além disso, devemos considerar também os casos em que o plástico não pode ser substituído. Nessas situações, você sabe o que fazer? Sabe como dar o destino correto ao material? Sabe o que deve ser feito antes disso?

Neste texto, a Filtroil te conta tudo isso. Acompanhe!

O uso do plástico na indústria pode ser substituído?

Sim, e de algumas formas diferentes. Grandes indústrias já estão desenvolvendo materiais à base de plantas para serem usados em suas embalagens, substituindo o plástico que, hoje, é o material mais utilizado nesta aplicação.

Um ótimo exemplo que podemos citar é o de uma das maiores fabricantes de alimentos do mundo. Recentemente, uma gigante da indústria alimentícia anunciou uma medida sustentável: todas as embalagens que acompanham suas bebidas serão feitas de papel e outros materiais biodegradáveis ou recicláveis até o ano de 2025.

No entanto, há os casos em que o uso do plástico na indústria simplesmente não pode ser substituído. Quando este é o contexto, a ação da indústria deve ser redirecionada para a reciclagem, como nós falamos melhor na sequência.

E quando não é possível, o que fazer?

Quando o uso do plástico na indústria for estritamente necessário, os esforços devem ser redirecionados para a correta destinação. Como citamos na introdução, alguns tipos de plástico podem facilmente ser reciclados — permitindo que o mesmo material seja utilizado em outro contexto.

Ao apostar em uma solução de economia circular como esta, a indústria reduz a demanda por matéria-prima virgem — diminuindo, assim, o impacto ambiental.

Por outro lado, é necessário reforçar que, a depender do setor de atuação da indústria em questão, o plástico pode ser contaminado ao longo do processo. Antes que siga para a reciclagem, ele deve passar por uma descontaminação.

A economia circular e a Filtroil

E se você quer levar a economia circular para dentro da sua indústria, saiba que você pode contar com o Grupo Filtroil para isso! Um de nossos serviços é o de consultoria ambiental, em que mapeamos e elaboramos projetos de economia circular e PGRS (Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos).

Para saber mais, é só entrar em contato conosco!

E, por fim, se tiver gostado do texto e quiser receber mais material, siga a Filtroil no Facebook e no Instagram!

Fale com um Especialista

Tire todas as suas dúvidas falando com nossos especialistas, estamos preparados e prontos para falar com você.

Grupo Filtroil - 2022 © Todos os Direitos Reservados Desenvolvido por WEBi